sábado, 21 de outubro de 2017

Aplicativo encontra artigo científico – Canary Haz



O físico Peter Vincent e o estudante Benjamin Kaube, ambos do Imperial College London, criaram um aplicativo para celulares e computadores chamado Canary Haz, que permite acessar com rapidez artigos em revistas científicas.

Semelhante ao Spotify, aplicativo que facilita o acesso a milhões de músicas on-line, o Canary Haz conecta-se automaticamente a cerca de 5 mil publicações, a ferramentas de busca de trabalhos acadêmicos, como o Google Scholar, e a sites de bibliotecas universitárias para encontrar uma versão em PDF do artigo procurado. Se o pesquisador tiver acesso limitado a bases acadêmicas de dados, o aplicativo busca versões gratuitas do artigo em acervos de instituições ou em preprints.
 




Kaube, um dos fundadores da startup Newsflo, que mede o impacto dos artigos científicos e foi comprada pela editora Elsevier, começou a pensar em desenvolver o aplicativo ao iniciar a redação de sua tese de doutorado e perceber a dificuldade de acesso a artigos. “Comparado ao Netflix e ao Spotify, é um processo antiquado”, ele comentou, em entrevista ao boletim do Imperial College de 30 de maio. “Os pesquisadores perdem horas pulando de um site para outro para vencer as barreiras das editoras e conseguir os artigos que desejam”, acrescentou Vincent.
Os pesquisadores ressaltam que o aplicativo não promove a pirataria de artigos científicos de acesso fechado, como o site russo Scihub. Ele apenas facilita encontrar PDFs de trabalhos que estão escondidos em repositórios da internet.
Fonte: Revista Pesquisa Fapesp via Blog da  Biblioteca  Central  da  UFRGS

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

#Fatos Históricos - Edição 1


Editora libera download gratuito de livro que examina conceitos e métodos de Pierre Bourdieu

“Pierre Bourdieu e a produção social da cultura, do conhecimento e da informação” é organizado pelos pesquisadores Regina Marteleto e Ricardo Pimenta, do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação do IBICT-UFRJ, e foi publicado pela Garamond Editora, com apoio da Faperj. A obra traz a contribuição de autores das áreas de Ciência da Informação, Comunicação, Saúde, Arquitetura e Urbanismo, Museologia, Ciências Sociais, que analisam diferentes formas de aplicação dos conceitos e métodos produzidos por Pierre Bourdieu, em seus respectivos campos de inserção científica. Além disso, o trabalho pretende fornecer um “guia de leitura” da obra do sociólogo francês para a reflexão crítica das formas sociais de produção do conhecimento, obra inovadora proposta pela Ciência da Informação, como tributo às contribuições das ideias do pesquisador francês neste campo. O livro está dividido em três partes: 

Parte 1 – Bourdieu e as teorias implicadas ao conhecimento do campo informacional.

Parte 2 – Bourdieu, a informação e o campo científico. 

Parte 3 – Bourdieu e a diversidade das práticas e processos culturais. 

Clique aqui para fazer do download gratuito do livro.

De acordo com os organizadores da obra, o tempo de maturação de seus conceitos e métodos aplicados em pesquisas na Ciência da Informação, enquanto domínio de conhecimento das Ciências Sociais e Humanas, parece ter atingido um patamar que justifica o diálogo interdisciplinar proposto. Além disso, lembram que no momento histórico presente, no qual os laços sociais e os produtos culturais alcançam relevo mundializado nos intensos fluxos de comunicação e informação, reconfigurando as formas de leitura, interação e aprendizagem, cabe redimensionar o pensamento de um autor que dedicou suas pesquisas à reflexão sobre os processos de dominação simbólica e de diferenciação social por meio de uma abordagem socioantropológica do conhecimento 

 Fonte: Texto de Bruno Leal | Agência Café História

Ato pela manutenção do ensino público e de qualidade

,
Fonte: Blog Biblioteca  Central  da  UFRGS  Disponível em: https://www.ufrgs.br/blogdabc/ato-pela-manutencao-do-ensino-publico-e-de-qualidade/